Início / Geografia / O Comércio Mundial, Atividades sobre a OMC

O Comércio Mundial, Atividades sobre a OMC

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO SOBRE OMC:

Leia o texto para responder às questões.

O comércio internacional tem sido marcado por uma proliferação sem precedentes de acordos preferenciais de comércio regionais, sub-regionais, inter-regionais e, em especial, bilaterais (denominados Acordos  Preferenciais de Comércio – APC). Atualmente, são poucos os países que ainda não fazem parte desses acordos. Com o impasse nas negociações da Rodada Doha da OMC, a alternativa das principais economias do mundo, como Estados Unidos, União Europeia e China, foi buscar a celebração de APC como forma de consolidar e ter acesso a novos mercados. O receio de boa parte dos países desenvolvidos, de economias em  transição e em desenvolvimento de perderem espaço em suas exportações levou-os a aderir maciçamente aos APC.

(Umberto Celli Junior e Belisa E. Eleoterio. “O Brasil, o Mercosul e os acordos preferenciais de comércio”. In: Enrique Iglesias et al. (orgs.). Os desafios da América Latina no século XXI, 2015.)

 

1) (Unesp) É correto afirmar que a Rodada Doha, iniciada pela Organização Mundial do Comércio em 2001, constitui

a) um encontro multipolar que procura orientar o modo de produção e as questões relativas à organização, distribuição e consumo nos países centrais e periféricos.

b) uma reunião eletiva que busca regularizar os fluxos comerciais entre blocos econômicos e o seu período de duração.

c) um conjunto normativo que procura regularizar a exportação de produtos desenvolvidos pelas economias periféricas sem o pagamento de royalties.

d) uma cartilha de diretrizes que busca padronizar os custos de produção e os preços fnais de produtos agrícolas básicos.

e) um fórum internacional que objetiva solucionar impasses em questões tarifárias, sobre patentes e ações protecionistas entre países desenvolvidos e em desenvolvimento.

 

 

2) (Espcex – Aman) Sobre o comércio agrícola mundial, podemos afirmar que:

I. atualmente, o Japão e o Egito estão entre os maiores importadores mundiais de cereais.

II. ao contrário da União Europeia, dos Estados Unidos e da China, o Brasil exibe elevado saldo positivo na sua balança comercial de produtos agrícolas.

III. na última década, o aumento dos investimentos no agronegócio e a difusão dos organismos geneticamente modificados (OGM) na agricultura fizeram com que o comércio mundial de produtos agrícolas superasse em valor o comércio mundial de manufaturados.

IV. graças à Organização Mundial do Comércio (OMC), que em 2002 pôs fim à política de subsídios agrícolas concedida pelos países desenvolvidos aos seus agricultores, países como o Brasil e a Argentina têm obtido maior destaque no comércio mundial de produtos agrícolas.

V. devido aos elevados custos do transporte de carga no Brasil, a soja brasileira vem perdendo paulatinamente posição de destaque dentre os grandes exportadores mundiais desse produto.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.

a) I e III

b) II e III

c) I e II

d) I, IV e V

e) II, IV e V

 

 

3) OMC: (UFSC/2015)

Fonte: Adaptado de Fundo Monetário Internacional, International Financial Statistics (FMI/IFS – Internacional). Vários anos.

 

Sobre o assunto tratado na tabela acima, é CORRETO afirmar que:

(01) o crescimento do comércio mundial após a Segunda Grande Guerra pode ser associado ao grande boom do capitalismo no período subsequente e à criação do GATT (General Agreement on Tariffs and Trade – Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio) em 1947, que deu grande impulso para o fm de protecionismos existentes em quase todos os países.

(02) no comércio mundial, diferentemente do que ocorre entre empresas (mercado aberto), não existe grande concorrência, pois o fim dos protecionismos gera novas oportunidades de negócios.

(04) os blocos econômicos podem fortalecer os países mais fracos economicamente diante de nações mais poderosas ou mesmo diante de outros blocos econômicos.

(08) diferentemente do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (NAFTA – North American Free Trade Agreement), que prevê a livre movimentação de capitais e mão de obra, a União Europeia, depois da crise de 2007-2008, definiu o uso de uma moeda única, o Euro.

(16) desde a primeira década de 2000, o Brasil e os países-membros do Mercado Comum do Sul (Mercosul) conseguiram ter significativa participação no comércio mundial.

(32) o desenvolvimento histórico do comércio internacional levou à formação de importantes polos: Europa ocidental, América anglo-saxônica, Japão e parte da Ásia, com destaque para a China.

 

 

4) OMC: (Unesp/2014) Analise o mapa.

Explique o volume de capital mobilizado nos fluxos comerciais realizados entre Sudeste Asiático/Oceania, Europa Ocidental e América do Norte. Indique diferenças em relação à forma de inserção da Europa Ocidental e da América do Sul/Caribe no comércio mundial.

 

 

5) OMC: (IFSP/2014) A partir de setembro de 2013, foi nomeado um novo diretor-geral da OMC (Organização Mundial do Comércio). Trata-se do primeiro latino-americano no cargo, o brasileiro Roberto Azevêdo, que terá vários desafios pela frente, entre os quais se pode citar o esforço para:

a) aumentar o preço de produtos de baixo valor agregado para reduzir os deficits comerciais dos países mais pobres da África e da Ásia.

b) restringir as exportações de manufaturados asiáticos de baixo preço, as quais têm provocado a desindustrialização em países latino-americanos.

c) extinguir a ação de grupos de países como o G-20, os quais foram criados com o objetivo de monopolizar o comércio de commodities.

d) diminuir as políticas protecionistas estabelecidas por países europeus com o objetivo de proteger seus produtos agrícolas.

e) estabelecer negociações com a UNESCO e a FAO com o objetivo de reduzir o impacto da atual crise no comércio mundial.

 

Os Blocos Econômicos: a ALCA e Mercosul Simulado.

 

6) OMC: (UFSJ/2012) Leia o texto abaixo.

China dobra participação na economia mundial em cinco anos

“O PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas por um país) da China alcançou ao fm de 2010 a marca de 9,5% do total mundial, com o que duplicou a participação que havia registrado cinco anos antes, […] A China também tomou do Japão o posto de segunda maior economia do mundo em 2010”.

Fonte: <http://noticias.r7.com/economia/noticias/china-dobra-participacaona-economia-mundial-em-cinco-anos-20110325.html>. Acesso em: 15 ago. 2011.

 

Vários países membros da OMC (Organização Mundial do Comércio) criticam uma prática presente na economia chinesa que contribuiu para o seu crescimento, mas que, segundo esses países, é prejudicial à economia mundial. Assinale a alternativa que apresenta a crítica feita por membros da OMC às práticas comerciais da China.

a) Fim do protecionismo chinês em relação aos produtos oriundos de outros mercados.

b) Barateamento dos produtos chineses no mercado mundial por meio da desvalorização artificial da moeda chinesa em relação ao dólar.

c) Elevação das importações chinesas e sobrevalorização do preço dos produtos no mercado mundial.

d) Aumento dos investimentos externos na China em função das altas taxas de juros pagas pelo governo chinês.

 

 

7) (CFT – MG)

Na perspectiva da Organização Mundial do Comércio – OMC – os espaços em destaque podem ser denominados como

a) terceiro mundo. b) países emergentes. c) periferia deprimida. d) integrantes do G-8.

 

 

8) OMC: (Ufmg/2011) Analise este planisfério, em que estão representados os fluxos de comércio internacional de acordo com o valor das trocas realizadas:

Esses fluxos estabelecem-se porque os recursos naturais, o espaço e a população não se distribuem de forma homogênea entre os países e, também, em resposta à atuação da Organização Mundial do Comércio (OMC),  em nível internacional, bem como dos blocos econômicos regionais, que defendem a intensifcação do comércio como fonte de prosperidade para os participantes.

1. Considerando que, no planisfério, se evidencia uma concentração do comércio e do valor das trocas internacionais no Hemisfério Norte, responda:

Como essa concentração de valor é influenciada

a) pelas mercadorias envolvidas nos fluxos comerciais?

b) pela distribuição mundial da população?

 

2. Considerando que o Hemisfério Sul, como também se evidencia no planisfério, tem uma participação modesta no valor gerado pelo comércio internacional e que, além disso, as trocas intrazonais são,  percentualmente, muito menores que as registradas no Hemisfério Norte,

a) Apresente dois fatores que justifcam a fraqueza das trocas intrazonais no Hemisfério Sul.

b) Cite uma razão que explique o baixo valor da participação do Hemisfério Sul no comércio mundial.

 

 

9) (Ibmecrj/2009) Uma das maiores preocupações da OMC (Organização Mundial do Comércio) é combater o chamado protecionismo, que se caracteriza por uma série de medidas postas em práticas por diversos países. Sobre essa postura protecionista são feitas as seguintes afirmativas:

I – Uma característica protecionista é a garantia de preços mínimos para cada safra e prioridade para a compra da produção interna.

II – Taxação mais elevada sobre os produtos importados.

III – Busca de acordos internacionais para aumentar as exportações, especialmente junto aos mercados de maior potencialidade.

Assinale:

a) Se apenas a afirmativa I for correta.

b) Se apenas a afirmativa II for correta.

c) Se apenas a afirmativa III for correta.

d) Se as afirmativas I e II forem corretas.

e) Se as afirmativas II e III forem corretas.

 

 

10) OMC: (Pucrs/2015) Leia o texto e considere as afirmativas a seguir:

Até a década de 1940, havia uma rígida divisão no comércio internacional. As nações desenvolvidas exportavam produtos industrializados para os países não desenvolvidos, os quais, em contrapartida, exportavam produtos agrícolas e matérias-primas em geral. Essa situação, apesar de continuar valendo para alguns países, começou a mudar depois que algumas nações em desenvolvimento fortaleceram o setor industrial. Tais mudanças aumentaram o grau de complexidade das relações comerciais internacionais, tendo em vista que

I. o comércio entre os países que se destacam pela produção de produtos manufaturados de alta tecnologia e os que se distinguem pela produção agrícola foi ampliado.

II. os países emergentes são presença cada vez mais efetiva no mercado mundial, sendo que, entre os trinta maiores exportadores dos últimos três anos, estão nações tais como a China, o Brasil, a Coreia do Sul, a Índia e a Malásia.

III. a OMC – Organização Mundial do Comércio – tem por objetivo a regulamentação do comércio de bens e serviços, buscando a redução da intervenção dos governos nacionais no fluxo do capital estrangeiro.

IV. os países em desenvolvimento e exportadores de produtos agrícolas, como o Brasil, atuam junto à OMC, apoiando uma postura protecionista frente aos Estados Unidos e à União Europeia.

Estão corretas apenas as afirmativas

a) I e II. c) III, IV. e) II, III e IV.

b) II, III. d) I, II, III.

 

 

11) (FGV/2011) O espantoso crescimento econômico da China no último decênio revela-se com nitidez no aumento da participação do país no comércio mundial. A esse respeito, assinale a alternativa correta.

a) Os preços das commodities no mercado mundial vêm sendo profundamente afetados pelas oscilações da demanda chinesa.

b) A China não pertence à Organização Mundial do Comércio (OMC), fato que limita seu intercâmbio comercial com os Estados Unidos.

c) Os investimentos chineses nos países africanos concentram-se no setor de serviços, especialmente transporte e comunicações.

d) O aumento da penetração de produtos chineses na América Latina não afeta de maneira signifcativa as exportações brasileiras para a região.

e) O incremento do fluxo de comércio bilateral Brasil-China não vem sendo acompanhado por investimentos produtivos chineses.

 

 

12) OMC: (Ufscar/2007) Leia com atenção o trecho seguinte.

O BRASIL PODE DOMINAR 50% DO MERCADO MUNDIAL DE AÇÚCAR

A produção mundial de açúcar em 2006/2007 poderá bater todos os recordes e o Brasil deve ocupar o espaço deixado pelo açúcar europeu no mercado internacional diante da redução de subsídios à exportação (…) Segundo as estimativas, o Brasil deve dominar metade do mercado mundial em cinco anos.

O Brasil conseguiu que a Organização Mundial do Comércio (OMC) condenasse os subsídios ilegais praticados pelos europeus no setor do açúcar (…) Para 2006/2007 a expectativa é de que cerca de 5 milhões de toneladas de açúcar da Europa deixariam de ser despejadas no mercado internacional diante da condenação.

(www.estadao.com.br/agronegocio/notici s. Acessado em 25.10.2006.)

 

a) A adoção de práticas protecionistas é comum nas relações comerciais internacionais, apesar das regulamentações da Organização Mundial do Comércio. Cite dois outros produtos do agronegócio brasileiro que  apresentam alta competitividade no mercado internacional e que são prejudicados pela aplicação de barreiras comerciais.

b) Quais os principais usos econômicos da cana-de-açúcar cultivada no Brasil e quais são os Estados maiores produtores?

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das atividades de geografia sobre a Organização Mundial do Comercio OMC:

1) e; 2) c; 3) 01 + 04 + 32 = 37;

 

4) Quanto ao volume de capital mobilizado no comércio internacional, destacam-se a Europa Ocidental (onde se localiza a União Europeia), a América do Norte (corresponde ao NAFTA: Estados Unidos, Canadá e México) e o Sudeste Asiático/Oceania (onde situam-se a Austrália, Japão, Tigres e Novos Tigres Asiáticos, bem como a China, maior exportadora mundial). São as regiões mais dinâmicas no comércio global, visto que apresentam países desenvolvidos e muitos emergentes que apresentam alto crescimento econômico e ampliação dos mercados consumidores internos. O maior volume nas transações deve-se também ao maior valor agregado dos produtos comercializados entre América do Norte, União Europeia e Ásia, visto que prevalecem manufaturados.

A Europa Ocidental é grande exportadora de produtos industrializados inclusive de média e de alta tecnologia, na qual se destaca países como a Alemanha. A maior parte do comércio é realizada entre os países da região, devido ao funcionamento da União Europeia e da presença de mercados consumidores com maior renda. No caso da América do Sul e Caribe, o volume das transações comerciais é bem menor e a maior parte  do comércio é realizada com nações de fora da região. Destacam-se as exportações de commodities minerais, agrícolas e energéticas para países desenvolvidos e emergentes. Um dos exemplos são as exportações brasileiras para a China, dominadas por produtos básicos como minério de ferro e soja.

 

5) d; 6) b; 7) b;

8) 1.

a) No hemisfério norte estão localizadas as principais e maiores economias do mundo capitalista que compõem o G-7(8): Estados Unidos, Japão, Canadá, França, Alemanha, Inglaterra, Itália e (Rússia). São países de base econômica industrial, com elevada produção e pesados investimentos em P&D e alta tecnologia embarcada em inúmeros de seus produtos.

b) O hemisfério norte é chamado de hemisfério das terras emersas, local de concentração dos maiores contingentes populacionais do mundo. Além disso, nos países do G-7(8), existe a população com maior poder aquisitivo, o que aquece o mercado de produtos de alto valor agregado, como automóveis, eletroeletrônicos, aviões e uma enorme gama de serviços sofsticados.

2. a) O hemisfério sul é caracterizado basicamente por América Latina e África. Seus países componentes sofrem com problemas relacionados à má distribuição de renda, que dificulta o acesso a qualquer tipo de bens, na proporção de seu valor agregado, o que dificulta ou restringe seu comércio intrazonal. Podemos levar em consideração também: as redes de infraestrutura incompletas, mal articuladas e com altos custos; excessiva tributação e burocratização.

b) São países que, em sua maioria, comercializam produtos primários de baixo valor agregado (commodities), com baixo valor de participação no comércio mundial.

 

9) d; 10) d; 11) a;

12) a) A laranja, a carne bovina e, no caso da soja, o tipo transgênico, além da cana-de-açúcar estão entre os produtos exportados sujeitos a aplicação de barreiras comerciais.

b) Historicamente destinada à produção de açúcar, nas últimas décadas, com a crise energética mundial, passou a ser utilizada também na produção de álcool combustível (etanol).

Veja também:

Ocupação e Degradação da Amazônia atividades

Ocupação e Degradação da Amazônia e Mata Atlântica Exercícios

1) Ocupação e Degradação da Amazônia: (Unesp) Pertinente às ações de controle dos impactos da …

simulado com atividades sobre as Características Geográficas dos Tigres Asiáticos com gabarito pra concurso publico e enem

Características Geográficas dos Tigres Asiáticos Exercícios

1) Características Geográficas dos Tigres Asiáticos: (G1 – UTFPR) Apesar da importância econômica dos “Tigres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.