Início / História / Exercícios Sobre a História do Inicio do Século XX

Exercícios Sobre a História do Inicio do Século XX

Lista de exercícios da História Mundial sobre o Inicio do Século XX para quem irá prestar Concurso Público, Enem e Vestibular.

1 – Inicio do Século XX: Leia um texto publicado no jornal GAZETA MERCANTIL. Esse texto é parte de um artigo que analisa algumas situações de crise no mundo, entre elas, a quebra da Bolsa de Nova Iorque em
1929, e foi publicado na época de uma iminente crise financeira no Brasil. Deu no que deu. No dia 29 de outubro de 1929, uma terça-feira, praticamente não havia compradores no pregão de Nova Iorque, só  vendedores. Seguiu-se uma crise incomparável: o Produto Interno Bruto dos Estados Unidos caiu de 104 bilhões de dólares em 1929, para 56 bilhões em 1933, coisa inimaginável em nossos dias. O valor do dólar caiu a quase metade. O desemprego elevou-se de 1,5 milhão para 12,5 milhões de trabalhadores – cerca de 25% da população ativa – entre 1929 e 1933. A construção civil caiu 90%. Nove milhões de aplicações, tipo caderneta de poupança, perderam-se com o fechamento dos bancos. Oitenta e cinco mil firmas faliram. Houve saques e norte-americanos que passaram fome.
(“Gazeta Mercantil”, 05/01/1999)


Ao citar dados referentes à crise ocorrida em 1929, em um artigo jornalístico atual, pode-se atribuir ao jornalista a seguinte intenção:
a) questionar a interpretação da crise.
b) comunicar sobre o desemprego.
c) instruir o leitor sobre aplicações em bolsa de valores.
d) relacionar os fatos passados e presentes.
e) analisar dados financeiros americanos.

 


2 – Dentre os vários fatores que podem ser arrolados como responsáveis pela Primeira Grande Guerra, destacam-se, EXCETO:
a) o aumento da tensão nos Balcãs, fruto das aspirações autonomistas dos inúmeros grupos étnicos que ocupavam aquela região.
b) a crescente disputa econômica travada entre o Império Alemão, potência emergente, e a Grã-Bretanha, nação hegemônica.
c) a pretensão da Alemanha em reanexar a região da Prússia Oriental ao território germânico, separada pelo corredor polonês.
d) o fim da diplomacia bismarckiana e adoção de uma política expansionista comandada pelo Imperador Guilherme II.
e) o acirramento do espírito revanchista francês, reavivando os ódios adormecidos e reforçando o sentimento antigermânico da população.

 

 

3 – Inicio do Século XX: O equilíbrio da ordem política internacional entre as nações europeias, rompido com a eclosão da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918), fundamentava-se no(a):
a) fim da política de compensações territoriais praticada pelas nações imperialistas em seu processo de expansão mundial.
b) enfraquecimento do nacionalismo em virtude da ascensão das democracias liberais nos países europeus.
c) sistema de alianças que agrupavam as potências europeias em dois blocos políticos, a Tríplice Aliança e a Tríplice Entende.
d) autoridade política da Liga das Nações em arbitrar os conflitos internacionais e situações de beligerância entre seus países membros.
e) liderança internacional dos Estados Unidos, que subordinavam política e economicamente os países ocidentais.

 


4 – Da Grande Depressão, ocorrida no mundo capitalista com a crise econômica de 1929, resultou:
a) o desemprego, o reforço do liberalismo e a modernização do setor industrial.
b) a arte expressionista, um avanço dos movimentos anarquistas e o Nazi-Fascismo.
c) o intervencionismo estatal, múltiplos problemas sociais e nova corrida armamentista.
d) o surgimento do neoliberalismo, o fim da hegemonia europeia e a popularidade das correntes culturais existencialistas.
e) o sucesso dos partidos socialistas ocidentais, o recuo do desemprego e o início de uma aproximação com a União Soviética.

 


5 – Inicio do Século XX: A adoção do “New Deal”, após a crise de 1929, nos Estados Unidos, identifica-se com:
a) o intervencionismo do Estado na Economia, para controlar o sistema de crédito, regulamentar os salários e garantir o investidor;
b) a intenção de socializar progressivamente a economia norte-americana através de mecanismos nitidamente estatizantes;
c) a política de juros baixos adotadas pelos bancos privatizados pelo governo de F. D. Roosevelt;
d) a recuperação econômica das indústrias falidas (com o “crack” da Bolsa), através da entrada de capitais estrangeiros;
e) o emprego de mão-de-obra, subsidiada pelo governo, tanto na indústria como na agricultura.

 

História do Brasil do Segundo Reinado à República Exercícios.


6 – Inicio do Século XX: Muitos historiadores consideram a Primeira Guerra Mundial como fator de peso na crise das sociedades liberais contemporâneas. Assinale a opção que contém argumentos corretos a favor de tal opinião.
(A) A economia de guerra levou a um intervencionismo de Estado sem precedentes; a “união sagrada” foi invocada em favor de sérias restrições às liberdades civis e políticas e, em função da guerra recém-terminada, eclodiram em 1920 graves dificuldades econômicas que abalaram os países liberais sobretudo através da inflação.

(B) Em todos os países, a economia de guerra forçou a abolir os sindicatos operários, a confiscar as fortunas privadas e a fechar os Parlamentos, pondo assim em cheque os pilares básicos da sociedade liberal.
(C) Durante a guerra foi preciso instaurar regimes autoritários e ditatoriais em países antes liberais como a França e a Inglaterra, num prenúncio do fascismo ainda por vir.
(D) A guerra transformou Estados antes liberais em gestores de uma economia militarizada que utilizou de novo o trabalho servil para a confecção de armas e munições, em flagrante desrespeito às liberdades individuais.
(E) Derrotadas na Primeira Guerra Mundial, as grandes potências liberais foram, por tal razão, impotentes para conter, a seguir, o desafio comunista e o fascismo.

 


7 – :”A crise atingiu o mundo inteiro. O operário metalúrgico de Pittsburgo, o plantador de café brasileiro, o artesão de Paris e o banqueiro de Londres, todos foram atingidos”. (Paul Raynaud – LA FRANCE A SAUVÉ L EUROPE, T. I. Flamarion ) O autor se refere à crise mundial de 1929, iniciada nos Estados Unidos, da qual resultou:
a) o abalo do liberalismo econômico e a tendência para a prática da intervenção do Estado na economia.
b) o aumento do número das sociedades acionárias e da especulação financeira.
c) a expansão do sistema de crédito e do financiamento ao consumidor.
d) a imediata valorização dos preços da produção industrial e fim da acumulação de estoques.
e) o crescimento acelerado das atividades de empresas industriais e comerciais, e o pleno emprego.

 


8 – Inicio do Século XX: A Revolução Russa de 1917 derrubou o regime czarista e estabeleceu o socialismo no país. Assinale a alternativa correta em relação às medidas adotadas pelo novo governo.
a) Com a abdicação do Czar, estabeleceu-se uma aliança política entre os líderes do regime czarista e os dirigentes do governo provisório.
b) Lênin, prisioneiro político exilado na Sibéria, ficou excluído do processo revolucionário.
c) O governo socialista colocou em prática, imediatamente, o projeto de reconstrução da economia, a Nova Política Econômica (NEP).
d) A fase inicial do processo caracterizou-se pela alteração nas leis dos direitos civis, pela anulação dos títulos de nobreza, pela separação entre Igreja e Estado, pela reforma agrária e pelo fim da propriedade privada.
e) No nível político, o governo revolucionário promulgou, no mesmo ano, uma nova constituição, que legitimou a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

 


9 – “DECRETO SOBRE TERRAS DA REUNIÃO DOS SOVIETES DE DEPUTADOS OPERÁRIOS E SOLDADOS. 26 de outubro (8 de novembro) de 1917 1) Fica abolida, pelo presente decreto, sem nenhuma indenização, a propriedade latifundiária. 2) Todas as propriedades dos latifundiários, bem como as dos conventos e da igreja, acompanhadas de seus inventários,
construções e demais acessórios ficarão a disposição dos comitês de terras e dos Sovietes de Deputados Camponeses, até a convocação da Assembleia Constituinte. 3) Quaisquer danos causados aos bens confiscados, que pertencem, daqui por diante, ao povo, é crime punido pelo tribunal revolucionário. Presidente do Soviete de Comissários do Povo – Vladimir Ulianov – Lênin”.
(ln: NENAROKOV, A. P. 1917: “a Revolução mês a mês”. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1967. p.169.) A edição deste decreto pelo novo governo revolucionário russo imediatamente após a tomada do poder exprime a necessidade de
a) explicitar o caráter camponês da Revolução Russa.
b) dar a burguesia russa uma garantia de que seus bens e propriedades permaneceriam intocados.
c) enfraquecer o poder dos antigos latifundiários e ganhar a imensa massa camponesa russa para a causa da Revolução, garantindo seu acesso à terra a partir de uma reforma agrária.
d) permitir aos antigos proprietários das terras, a nobreza expropriada pela Revolução de fevereiro de 1917, a retomada de seus direitos.
e) garantir a propriedade privada da terra para os novos detentores do poder, os Sovietes de Deputados e Camponeses.

 


10 – Inicio do Século XX: A liberdade reservada só aos partidários do governo, só aos membros do partido – por numerosos que sejam – não é liberdade. A liberdade é sempre unicamente liberdade para quem pensa de modo diferente. Não é por fanatismo de justiça, mas porque tudo o que pode haver de instrutivo, saudável e purificador na liberdade política depende disso, e perde toda eficácia quando a liberdade torna-se um privilégio. (Rosa Luxemburgo, “Crítica da Revolução Russa”) Nesse texto, Rosa Luxemburgo critica os bolcheviques por estes
a) implementarem a ditadura do proletariado, suprimindo os partidos políticos de oposição.
b) proibirem a livre iniciativa, ao colocarem nas mãos do Estado todos os meios de produção.
c) restringirem o acesso ao consumo de bens duráveis aos membros do Partido Comunista.
d) permitirem o funcionamento da Igreja Ortodoxa Cristã na Rússia como igreja oficial.
e) adotarem posturas excessivamente liberais com os inúmeros partidos políticos opositores.

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios de História Mundial sobre o Inicio do Século XX:

1. D
2. C
3. C
4. C
5. C
6. A
7. A
8. D
9. C
10.A

Veja também:

Lista de exercícios com gabarito sobre a História do Brasil da República Velha à Era Vargas para quem irá prestar Vestibular, Enem e Concurso Público.

Exercícios Sobre a História do Brasil da República Velha à Era Vargas

Lista de exercícios com gabarito sobre a História do Brasil da República Velha à Era …

Lista de exercícios de História do Brasil do Segundo Reinado à República para estudantes e professores.

História do Brasil do Segundo Reinado à República Exercícios

Lista de exercícios de História do Brasil do Segundo Reinado à República para estudantes e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *